Secretaria Municipal de Cultura recebeu inscrições de blocos e cordões carnavalescos de todas as regiões da cidade, chegando a 865 blocos inscritos para 960 desfiles

Parte do calendário cultural integrado, o Agendão, do programa São Paulo Capital da Cultura, da Prefeitura de São Paulo, o Carnaval de Rua de São Paulo, em 2020, simboliza o reflexo da diversidade de todas as tradições e expressões culturais carnavalescas do Brasil.

As inscrições para desfiles do próximo ano, que se encerraram em 30 de setembro, indicam a possibilidade real do Carnaval de Rua de São Paulo se tornar em 2020 o maior carnaval do Brasil. Também é possível verificar a predominância de músicas tradicionais e resgates de carnaval: marchinhas, carimbó, toadas, rancho, samba reggae, afro percussão e forró, mas também a presença importante da diversidade musical característica de SP, com blocos de estilos musicais como soul music, eletrônicos, sertanejo, hip hop, rock, e diversos estilos de música internacional.

Neste ano, a Prefeitura de São Paulo antecipou o planejamento do evento e abriu as inscrições em setembro por meio do site oficial. Ao todo, foram 865 blocos cadastrados para 960 desfiles em todas as regiões da cidade, chegando às 32 Subprefeituras. Serão desfiles de blocos mais distribuídos em todo o período carnavalesco que se estende de 15 de fevereiro a 1º de março de 2020.

Neste ano, o Carnaval de Rua de São Paulo chegou a um patamar inédito na sua história. “A cidade já é um destino de muitos turistas do Brasil e do mundo, além dos próprios paulistanos que deixam de viajar para outros lugares para curtir a festa aqui. Nossa festa é a cara da cidade, construída pela tradição cultural dos blocos de São Paulo nos últimos anos, no modelo de carnaval livre, democrático, descentralizado e organizado que está se tornando referência, com artistas da cidade e de todo o país. Em 2020, teremos um Carnaval maior, mais espalhado pelas regiões e com trajetos descentralizados, preenchendo todos os dias da festa com mais harmonia”, destaca o secretário municipal de Cultura, Alexandre Youssef.

Com o processo de cadastramento encerrado, a Comissão Intersecretarial da cidade, que tem se reunido semanalmente desde julho, fará a análise dos trajetos propostos e os ajustes caso a caso, se necessário. Ao final, será publicada uma portaria única com as autorizações de trajetos. Também será feita a quantificação da infraestrutura necessária, a partir destas definições, chamamento de empresas interessadas em patrocinar o Carnaval de Rua, que acontecerá ainda neste mês de outubro, seguindo a lógica de antecipação para melhor organização da festa.

Carnaval de Rua de São Paulo recebe número recorde de inscritos para 2020
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support